top of page


Para impulsionar o crescimento de qualquer marca ou empresa, é crucial acompanhar a evolução dos tempos e experimentar novas estratégias B2B.


A ativação das vendas e a construção da marca são os princípios fundamentais do marketing que podem ajudar-te a alcançar o sucesso.


Para falar de princípios de marketing B2B é importante saber, primeiramente, o conceito de mental availability: Trata-se de tornar uma marca conhecida e fácil de memorizar em situações de compra.


É um facto que as marcas com elevada mental availability são as preferidas pelos consumidores, ou seja, têm um maior share of mind. Por conseguinte, é essencial tornar uma marca facilmente reconhecível e memorável em situações de compra, pois uma forte disponibilidade mental no consumidor ( share of mind ) ajuda no destaque na multidão e, por consequência, gera mais vendas.


As marcas tornam as decisões rápidas e fáceis e o consumidor compra marcas com elevada mental availability!

 



 

Para ajudar na compreensão deste conceito, podem recorrer ao funil apresentado em cima. Na base, temos awareness, que é quando o consumidor pensa na marca quando ouve o nome; no meio, salience, quando o consumidor pensa na marca em situações de compra; e por fim, no topo, fame, quando o consumidor pensa na marca todo o tempo!

 

Todas as marcas querem estar no topo do funil, certo? O caminho para lá chegar é aumentar o share of mind!

Quanto maior o share of mind, maior o sucesso de uma marca.

 

 

 

 

11 views0 comments



Após a agitação das festas de Natal e Ano Novo, que são momentos intensos na Your Trend, decidimos partilhar convosco todos os detalhes que estão por trás da organização de um evento.


Quando se trata de organizar um evento, é crucial ter em mente um objetivo! Este objetivo orientará o planeamento e a execução do evento, assegurando que todos os detalhes são adaptados para atingir esse objetivo.


Fazemos eventos, e comunicamos de pessoas para pessoas certo? Por isso, é necessário identificar um público-alvo desde o início e adaptar a comunicação e os convites às suas necessidades e interesses.

Após definir o público alvo, é importante pensar no local do evento. É essencial escolher um local que corresponda aos objectivos do evento, tendo também em conta a acessibilidade, o estacionamento e outros factores. O local certo pode ser decisivo para o sucesso ou fracasso de um evento, pelo que é essencial fazer uma escolha ponderada.


A constituição de uma equipa de pessoas competentes e dedicadas é outro elemento fundamental para o êxito de um evento. A equipa deve saber comunicar abertamente e ter uma liderança forte. Na organização de um evento é normal acontecerem imprevistos, por isso, a equipa deve ser resiliente, ter capacidade de improviso e acima de tudo ser unida.


Quanto à imagem e perceção do evento, é importante personalizar o evento com um nome, um tema e um logótipo, que se identifiquem com o público-alvo, para, por sua vez, conseguirmos chamar à atenção do público.


Naturalmente, um evento não pode ser bem sucedido sem um budget organizado. É fundamental determinar todas as despesas associadas ao evento e identificar potenciais fontes de financiamento para cobrir esses custos. A procura de patrocinadores e parceiros pode ajudar a aumentar o orçamento e proporcionar um apoio valioso e ainda, aumentar credibilidade.


Mas como vivemos numa era digital, em paralelo à organização do evento, é importante desenharmos um plano de comunicação. Isto pode ser conseguido através de vários canais, incluindo as redes sociais ou os meios de comunicação tradicionais. O boca-a-boca é uma ótima ferramenta de marketing, mas apenas funciona para eventos pequenos, mais nichados.


Antes e depois do evento, é fundamental preparar um briefing detalhado e efetuar uma análise pós-evento para recolher feedback e identificar áreas a melhorar. Ao refletir sobre o sucesso ou insucesso do evento, podem aprender com a experiência e garantir que em futuras edições corre melhor.


Se precisas de ajuda na preparação de um evento, não hesites em contactar-nos. Há mais de 10 anos que organizamos eventos , desde business breakfasts, a grandes conferências, ou até o evento anual de uma empresa, estamos aqui para te ajudar em todas as fases do processo e garantir que o teu evento seja um sucesso!

 

15 views0 comments

Comunicação humana


É espantoso o quanto dependemos da comunicação para o dia-a-dia. Quer seja no trabalho, com a família e os amigos, ou mesmo apenas a pedir o nosso tamanho numa loja de roupa, a comunicação é fundamental.


Acreditamos que ser capaz de comunicar eficazmente pensamentos e ideias é uma competência que pode ser aprendida e desenvolvida ao longo do tempo.



Com tantas marcas a competir por atenção, é crucial saber como se destacar e causar uma boa impressão. Criar empatia com os outros é uma excelente forma de o fazer, pois mostra que compreende e se preocupa com as necessidades alheias. Também é importante ser capaz de lidar com a pressão e a frustração, uma vez que estes são desafios comuns que os profissionais enfrentam regularmente.


No geral, achamos que a comunicação humana eficaz é fundamental para que uma pessoa tenha sucesso na sua vida pessoal e profissional. Ao investir tempo e esforço no desenvolvimento desta competência, podemos criar relações mais fortes e atingir os nossos objectivos de forma mais eficaz.


Saber comunicar é, através de um meio, fazer chegar uma mensagem ao receptor. No mundo do digital é cada vez mais complexo e dificil passar uma mensagem, pois somos constantemente bombardeados com estimulos e a nossa atenção está mais reduzida e mais concorrida.


É aqui que encontramos o humor, que é cada vez mais utilizado para captar atenção e gerar curiosidade nos receptores.

 

Humor


O humor pode ser uma óptima forma de quebrar o gelo e de estabelecer uma ligação com as pessoas. É espantoso como uma piada ou um trocadilho inteligente pode captar instantaneamente a atenção de alguém e fazer essa pessoa sentir-se mais recetiva à mensagem que está a receber.

No que diz respeito às marcas, o humor pode ser especialmente eficaz para as ajudar a destacar num mercado concorrido. Afinal de contas, quem é que não gosta de uma marca que faz rir?


É sempre uma surpresa quando uma marca não se leva demasiado a sério e consegue fazer rir.


O melhor desta conexão emocional é que muitas vezes não só nos faz rir na hora, como também nos faz relembrar a marca com carinho no futuro, porque nos causou uma emoção positiva.


É como se a marca ganhasse um lugar especial no nosso coração (e na nossa mente), tornando-se muito mais memorável do que marcas que levam tudo a sério.


Acreditamos que não se deve substimar o poder do humor na relação marca-consumidor! Quando usado com sabedoria e bom gosto, pode fazer milagres e fortalecer, de facto, a ligação entre consumidor e marca.


Alinhar o humor aos valores da marca


Utilizar humor a comunicar pode ser complexo, especialmente quando se trata de marketing. É importante que as marcas sejam consistentes e fiéis aos seus valores para poderem utilizar eficazmente o humor nos seus conteúdos. Caso contrário, o tiro pode sair pela culatra e prejudicar a imagem da marca.


É tudo uma questão de encontrar o equilíbrio certo e garantir que o humor se alinha com o objetivo e a mensagem da marca. As equipas de marketing e comunicação desempenham, sem dúvida, um papel crucial neste processo e devem ter uma compreensão clara dos valores da marca para criarem conteúdos que tenham impacto no público.


Conclusão


O humor é uma das ferramentas mais poderosas do marketing. Quando utilizado corretamente, pode criar uma ligação emocional duradoura com os consumidores e ajudá-los a recordar a marca durante anos.


No entanto, é importante lembrar que o humor deve ser estudado e adequado aos valores da marca. Se for exagerado ou insensível, pode ter o efeito oposto e afastar completamente o receptor.


Por fim, a chave para a utilização do humor no marketing é humanizar a marca e torná-la um amigo dos consumidores. Quando as pessoas sentem que se podem relacionar com uma marca a um nível pessoal, é muito mais provável que se mantenham fiéis ao longo do tempo.


Se está a pensar adicionar humor à sua estratégia de marketing, certifique-se de que o aborda com cuidado e com intenção!

 


11 views0 comments
bottom of page